Blog do @_ricardo

Cinema, economia, música e atualidades convergem aqui

Posts Tagged ‘som

Os melhores discos de 2011 – parte 2 de 2 (10º ao 1º)

with one comment

No post anterior você conferiu a primeira parte da lista dos 20 melhores discos de 2011. Agora é a vez da última parte.

*alguns dos vídeos das músicas só podem ser vistos no Youtube, devido a questões de direitos autorais. Mas, é bem simples: é só clicar em “Assista no Youtube” que você será redirecionado a página para ouvir a música.

 —

10. “Wouned Rhymes”Lykke Li – toda a tristeza do mundo na voz da jovem cantora que sabe usar isso de forma contagiante. Impressionantes composições !

9. “Father, Son, Holy Ghost“, Girls – uma volta ao passado no rock. Nostálgico no nível máximo da escala indie. Algum DJ se anima a tocar na balada? Me avisa que eu vou.

8. “Helplesness Blues“, Fleet Foxes – o disco mais “bonito” do ano. Parece ter saído direto de um filme de Wes Anderson.

7. “Yuck“, Yuck – rock despretensioso, carregado de indignação e abusando de distorção. De repente, quando menos percebe, ele se torna um excelente disco, and it’s fabulous when it happens !

6. “Bon Iver“, Bon Iver – pegar a estrada numa tarde de domingo nunca mais será o mesmo após ouvir esse disco. Inspirador sem ser enganoso ou ilusório.

E o TOP 5 !!!

5. “What did you expect from Vaccines“, The Vaccines – um dos discos mais aclamados no mundo musical. Antes de ser lançado já contava com um grande hype. E foi compensado com um dos melhores discos do ano. Rock na essência.

4. “Smoke Ring For My Halo“, Kurt Vile – aproximando suas composições rock com uma leve (quase irreconhecível) batida country, Kurt Vile surpreende pela originalidade em cada uma das 12músicas.

3. “The English Riviera“, Metronomy – excelente uso dda house music nesse rock, com grandes raízes no pop. Uma “salada de frutas” com excelente sabor.

2. “Let England Shake“, PJ Harvey – uma das grandes artistas da atualidade presenteia 2011 com essa obra-prima, resultado de suas angústias mais intensas. Cuidado: ao escutá-lo você corre o risco de acabar repensando toda a sua vida.

1. “Collapse into Now“, R.E.M – o disco de despedida da lendária banda de rock. Uma obra prima pela energia das suas músicas e pela clareza com que são apresentadas, contando a história do colapso (seria o fim da banda?) numa visão bem positivista mas sem nenhum clichê.

Agora é a vez de você fazer a sua parte: comentar aqui noo blog e dizer o que achou das escolhas feitas. Você pode perceber que foi levado em conta o álbum como um todo, por isso discos do Foo Fighters, Arctic Monkeys, Kooks, Radiohead não entraram; tem boas músicas isoladamente.

E, que venha 2012. O que esperar do próximo ano em termos musicais ? Para saber, continue visitando o blog.

Written by _ricardo

23/12/2011 at 13:15

Os melhores discos de 2010: parte 3/3 (5 – 1)

with 3 comments

Os melhores álbuns de 2010 – Na parte 1 dessa lista você conferiu as posições 11 a 15, e na parte 2 as posições 6 a 10. Pois bem, chegou  hora dos 5 melhores.

*a maioria dos vídeos das músicas só podem ser vistos no Youtube, devido a questões de direitos autorais. Mas, é bem simples: é só clicar em “Assista no Youtube” que você será redirecionado a página para ouvir a música.

5.Band of Joy“, Robert Plant – depois de se tornar um ícone nas décadas de 70 e 80, como vocalista do Led Zepellin, Robert Plant, em sua carreira solo, partiu para um nicho totalmente novo: músicas com tonalidades country e folk. E após um controverso disco com a participação de Allison Kraus, em 2010, ele mostra novamente porque seu nome já é sucesso há um bom tempo. Com um lado mais sombrio que as músicas folks habituais, Plant constrói um disco que beira a psicodelia, principalmente na ânsia de procurar uma solução para suas angústias de modo urgente.

4. “Wake  Up“, John Legend and The Roots – Uma parceria que fez bem a ambos, pois deu a qualidade do timbre de voz de John Legend uma essência com a trupe do Roots. Impossível não ouvir e não associar a melodias da soul music e a música tema de Shaft. A pegada black e soul do disco é uma das melhores surpresas do ano !

e o top 3:

3.Lungs“, Florence and The MachineÉ o primeiro álbum da banda e já desponta como um diferencial na cena alternativa do rock. Foi o album que me fez perder o preconceito com bandas cujo vocal é feminino. Um disco puramente dedicado a sinestesia, ou seja, a ser “sentido” de diferentes modos sensoriais. Um ponto de exclamação num cenário musical chato e depressivo. Devido a criatividade dos videoclipes e qualidade das músicas foi bem difícil escolher um para representá-lo, mas aí está:

2.Mojo” , Tom Petty and The HeartbreakersSem produzir qualquer material inédito há muito tempo, 2010 foi o ano de conhecermos o resultado da volta de Tom Petty e dos Heartbreakers: triunfal. A sincronia dos instrumentos, principalmente da primeira guitarra e a voz de Tom são a essência nesse disco, que se escutado na íntegra tem uma sequência formidável, uma história sendo contada. Coisa rara, ultimamente. Ou se preferir, como disse a revista Rolling Stone em sua acertada crítica, eles conseguiram fazer o mais difícil, agradar a audiência mais exigente do mundo: eles mesmos.

1. The Suburbs“, Arcade Fire Como já havia escrito aqui, na crítica do álbum, 2010 trouxe essa masterpiece da banda canadense. Uma obra para ser lembrada entre os grandes discos. Uma necessidade desesperada de encontrar algo que se perdeu há muito tempo. Um clamor que alterna momentos nostálgicos e a pretensão de seguir na busca pelo nirvana. A preocupação, de acima de tudo, dar o seu melhor, a essência da banda é claramente vista nesse magnífico vídeo de um show deles em New York:

E o que dizer do videoclipe dirigido por Spike Jonze?

Para aqueles que gostam de apenas um gênero musical, 2010 pode até ter sido mediano. Mas para quem se faz valer da máxima “música boa sem rótulos” foi um ano incrível, que ainda teve tantos outros bons discos que não entraram aqui, como o do Hot Chip, do Vampire Weekend, MGMT,….mas 2010 já ficou para trás, e 2011 se anuncia como um ano promissor no mercado fonográfico, pois teremos os novos álbuns do Foo Fighters, Coldplay, Peter Bjorn and John, The Kooks,  Edward Sharpe and The Magnetic Zeros e rumores sobre novos discos do The White Stripes, Queens of Stone Age e Strokes, entre outros.

Written by _ricardo

20/12/2010 at 21:54

“Cee-lo – Fuck you” é o clipe do ano ?

leave a comment »

Para muita gente (gente influente e, que normalmente tem a mesma linha de raciocínio que a minha) oclipe de ‘Fuck You’ é sim o melhor de 2010.

Não aprecio essa “superlatividade” dada ao clipe, mas não pode-se negar que é um trabalho excepcional do Cee-lo, um dos integrantes do Gnarls Barkley. O clipe, todo baseado em pop-art e lançado na última semana não traz novidade na forma de apresentar a ideia central, mas a sincronia musical com a diferenciada harmonia da música conferem à canção uma estranha beleza. Ainda sobre a letra: embora o tema  – perda do amor e sentimento de ser um “loser” –  seja extremamente comum nas abordagens pop, a sinceridade e simplicidade da canção são decisivas para seu sucesso e minha apreciação.

Veja o vídeo do clipe de ‘Fuck You‘ :

Written by _ricardo

25/08/2010 at 18:46

%d blogueiros gostam disto: