Blog do @_ricardo

Cinema, economia, música e atualidades convergem aqui

Posts Tagged ‘mad men

Vídeo Motherfucker: Mad Men, 4ª temporada vem aí

leave a comment »

A melhor série da tv mundial (ou pelo menos norte-americana) está voltando. A 4ª temporada de Mad Men estreia nos Estados Unidos nesse domingo, dia 25. Mas se isso já não bastasse a promo da estreia, vídeo abaixo,  é um obra-prima, um dos melhores exemplos do caminho que a publicidade de primeira linha deve tomar.

Anúncios

Written by _ricardo

21/07/2010 at 00:16

Emmy 2009

with one comment

EMMY

Amanhã teremos o anúncio dos indicados ao Emmy (o Oscar das séries de TV), na edição de 2009. Perto das 11horas da manhã (horário de Brasília) serão canunciados, direto de Hollywood pela Academia as séries que disputarão as categorias de melhor série, ator, atriz, roteiro, atriz coadjuvante e ator coadjuvante, entre outros.

O que espero para este prêmio, o mais importante do segmento:

– Por ser dividido entre séries de comédia e drama acredito numa polarização entre os nomes de Mad Men (drama) e 30 Rock (comédia), mesmo achando que The Office mereça mais que a série de Tina Fey.

– Kiefer Sutherland voltará a lista dos atores pela sua atuação na 7ª temporada de 24Horas mas não levará a estatueta. Ficará possivelmente entre Michael C. Hall (Dexter), John Ham (Mad Men) e Hugh Laurie (House)

– Os atores de 30 Rock e The Office aparecerão nas várias categorias. Two and a half men (embora eu não goste) se destacará

Damages e In Treatment correrão por fora para tirar Mad Men do reinado, assim como os nomes de Glenn Close e Gabriel Byrne

– Espero ver Californication nas listas pela sua EXCELENTE 2ª temporada, mas o fato de não se encaixar completamente em drama ou comédia difculta sua situação.

– Os nome de Torry O’ Quinn e/ou Michael Emerson devem representar Lost na premiação (embora acredito na indicação de Elizabeth Mitchel, a Juliet, e quem sabe uma indicação a melhor roteiro)

Grey’s Anatomy com uma reta final de temporada foi fantástica e certamente terá algumas indicações, como por exemplo a de Chandra ‘Bailey’ Wilson)

– True Blood e outras séries mais novas (quem sabe Nursie Jack) podem surpreender. Mas não verei com bons olhos uma indicação  a Anna Paquin (True Blood) e deixar de fora January Jone (Mad Men)

Como é avaliado apenas um episódio pro série algumas das séries (exemplificando, por exemplo, ‘The Office’ e ‘Greys Anatomy’) que tiveram temporadas irregulares, alternadas de episódios ruins a execlentes tem boa chance.

A premiação, efetivamente, ocorre dia 20 de setembro em Los Angeles

Written by _ricardo

15/07/2009 at 19:53

Hello Halloween !

leave a comment »

O Brasil não em sua maioria não aderiu a moda do Halloween, o dia das bruxas que norte-americanos comemoram AMANHÃ, dia 31. Prova de que ainda há um pingo de bom senso nessas terras além-mar. Mas há uma coisa da festa/ocasião que não pode passar despercebida: o famigerado episódio de ‘The Simpsons’.

Pra quem não sabe desde que Simpsons é Simpsons, todo ano há um episódio especial onde tudo que parecia impossóvel que acontecesse nas vidas da bizarra Springfield acontece. Desde os primórdios da séries várias coisas já aconteceram nesses episódios normalmente intitulados ‘Treehouse of Horror’, incluindo o armagedon, a morte de todos os Simpsons, Homer virar um serial killer, e tantas outras.

No episódio desse ano, que vai ao ar domingo (02/11)  as citações a cultura pop não param.

Logo de início a cena de abertura é no estilo da abertura da vencedora do Emmy desse ano, Mad Men. A série que por sinal  é uma das minhas favoritas foi muito bem ‘simpsonificada’, e você pode conferir o resultado abaixo:

E ainda teremos, segundo o SériesEtc, a seguinte sinopse do episódio:

A família Simpsons será transformada em personagens bem conhecidos por nós: a turma de Charlie Brown. Bart será como Charlie Brown, Milhouse será como Linus e Lisa será como Sally. E até o cenário vai lembrar a cidade de Snoopy!

Na história , ‘A Grande Abóbora’ ganha vida e está muito triste com a maneira como as pessoas tratam as abóboras. Então ela sai tentando matar todo mundo

E ainda teremos referência ao sucesso dos cinemas “Transformers“.

Bart irá ganhar um presente de um loja de 99 centavos. E ele será um Transformer. Ele e a Grande Abóbora vão tomar Springfield e lutar em todos os lugares. Marge dirá para um deles ‘Por que vocês tem que brigar?’. E eles respondem ‘Nós concordamos. Iremos nos unir para destruir vocês.

Agora é esperar pelo domingo ! E não esqueça olhar o episódio até o final porque na cena de créditos sempre existem vários trocadilhos com o nome dos produtores

——–

E, ainda hoje, mais posts para compensar o atraso.

Written by _ricardo

30/10/2008 at 19:23

Análise do que há de melhor em termos de séries

leave a comment »

  • Como se cria uma série duradoura ?

Bem, se a resposta fosse fácil não existiriam tantas séries problemas que são canceladas ou se arrastam penosamente e vão desgastando a imagem dos atores, bem como de toda produção.

Mas, certamente algo que pode fazer uma série prosperar é não ter a pressão à moda hollydiana, coisa difícil nos tempos atuais.

Foi por isso que Mad Men tornou-se esse fenomeno de critica: é exibido num canal sem grandes pretensões, o AMC, que tem sua publicidade bem segmentada e sem riscos e portanto pode dar tempo a uma série ganhar vida própria e superar outras dos canais da TV aberta como, por exemplo, Grey’s Anatomy, CSI, entre outros.

Com uma proposta escassa na atual tv americana, uma série de época sem clichês e sensacionalismos Mad Men consegue representar perfeitamente a década de 60 nos USA, pois a 1ª temporada se passa em 1960 e a 2ª dois anos depois.Alô roteiristas das novelas da 6 da Globo (!), ta na hora de escrever uma novela de época que seja fiel ao período descrito e consiga manter despertar o charme do que retrata.

Para quem não conhece a trama, ela é desenvolvida numa agência de publicidade em ascenção em NY, ou seja, mostra a vida de um grupo de personagens ligados a agência.Tem no seu protagonista, Donald Draper (brilahntemente interpretado por John Hamm) o redator-chefe das contas mais importantes, isto é, publicitário encarregado de dar rumo as campanhas.Como disse um dia Cláudia Croitor, do blog Legendado, a série desperta um sentimento saudosista, aquele glamour que só o passado tinha, e a sensação de estarmos vendo cenas do marido publicitário em A Feiticeira (Bewitched) criando slogans, escolhendo as palavras certas para o outdoor, pois era assim que a publicidade era feita na época.Vale até a menção na primeira temporada no Rio de Janeiro, fazendo referência a campanha para divulgar a cidade com a construção do Cristo Redentor.

Ademais, um elenco de primeira linha, a magnífica atuação do sócio da agência Roger Sterling bem como os valores da época: fumar e beber a qualquer hora, qualquer hora mesmo, era uma exigência para bons negócios e pessoas importantes e a submissão das mulheres, que não podiam ter uma vida social, dedicavam-se a casa e ao marido e filhos e isto devia lhes bastar, são uma boa representação de como era a época, uma representação sem hipocrisia que mostra uma esposa (a esposa de Donald Draper) convivendo com praticamente um estranho, pois não conhece nada de seu passado, aliás, ninguém conhece.

Resultado da obra:um globo de ouro opara John Hamm e o favoritismo a várias categorias do Emmy, incluindo melhor série na premiação que acontece dia 21 deste mês.

A segunda tempoarada já começou e só vem para consolidar um projeto que terá 5 temporadas e deve-se muito também a equipe de roteiristas que entre outras coisas fez West Wing.

Uma curiosidade é em relação ao título: Mad Men é um trocadilho que mistura Mad (=maluco) aos homens (Men)  que trabalhavam na MADison Avenue, na época onde se localizavam as maiores agências publicitárias.

Volto ao assunto sobre essa série assim que ela ganhar o Emmy de melhor série e todos os outros, assim espero.

Written by _ricardo

04/09/2008 at 23:57

%d blogueiros gostam disto: