Blog do @_ricardo

Cinema, economia, música e atualidades convergem aqui

Cinema Vertical: inovação ou retrocesso ?

leave a comment »

Publicado pelo Jornal ‘O Globo’ recentemente a ideia que parece eestar tomando conta da vanguarda do cinema mundial: o cinema vertical, ou seja, filmes feitos em padrão ‘portrait’, que atendem muito bem à iPads, celulares e quem sabe cinemas ?

Segue abaixo o texto do Globo:

“Quem gosta de tirar fotos sabe bem que se deve girar a câmera quando o tema enquadrado do outro lado do visor for uma pessoa, um prédio, uma árvore ou qualquer objeto que se queira registrar inteiro. Quem gosta de fazer vídeos, por sua vez, sabe que não adianta muito fugir do formato horizontal, simplesmente porque os aparelhos de TV exibem as imagens deitadas.

Mas uma prática, outrora experimentada apenas pela videoarte, vem aliando uma regra da fotografia com a possibilidade do audiovisual: o vídeo na vertical. A ideia tem se firmado graças a recentes inovações tecnológicas, como as câmeras fotográficas que gravam vídeos com altíssima qualidade e os iPads, e vem encontrando espaço no mercado. Muita gente aposta nela como uma nova maneira de se lidar com o audiovisual. A ideia de verticalizar o vídeo começou a ser possível com a popularização, nos últimos dois anos, dos smartphones, que mandam e-mails, tiram fotos e filmam. A qualidade da imagem ainda era baixa nos primeiros modelos, mas surgia uma maneira real não apenas de gravar uma cena em pé, mas também de exibi-la. O limite da criatividade, então, expandiu-se.

“Em 2009, um videoclipe para o qual eu trabalhei, o da música \”House of cards\”, do Radiohead, foi indicado ao Grammy. Mas perdemos para o vídeo de ‘Pork and beans’, do Weezer. Nos bastidores, ficamos sabendo que a razão de termos perdido foi porque o trabalho deles era mais verticalizado, com a ação no centro do quadro, e não o padrão tradicional de cinema. Eles já pensaram na exibição para telefones celulares – explica Rodrigo Teixeira, produtor de efeitos visuais que trabalha há dez anos em Hollywood.”

Há gente fazendo videoclipes assim. Há gente fazendo filmes pornôs assim. E, se você caminhar pela Rodeo Drive (rua de Los Angeles famosa por suas grifes de luxo), vai encontrar vitrines de lojas com TVs verticais, em que desfiles são exibidos. A coisa passou a ficar ainda mais séria com o anúncio, no início do ano, do lançamento do iPad, o tablet faz-tudo da Apple. A proporção do aparelho segue o formato dos celulares, mas num tamanho maior – são 24 centímetros de altura, por 19 de largura – e com uma tela de alta resolução.

Até 22 de junho, três milhões de iPads já haviam sido vendidos. Ou seja: atualmente, mais de três milhões de pessoas no mundo têm em casa um gadget perfeito para a exibição de vídeos na vertical. Mas ainda havia um problema, também resolvido pelas novas tecnologias: como filmar no formato em pé com uma qualidade maior do que a dos telefones celulares? Câmeras de vídeo não vinham preparadas para gravações em 90 graus, justamente porque nunca houve muita demanda da indústria. Câmeras fotográficas, por sua vez, vêm. Hoje, qualquer câmera digital traz o recurso de gravação de vídeo. Algumas até gravam em alta definição, tornando possível a realização de produções profissionais. No fim de 2008, por exemplo, a Canon lançou a EOS 5D Mark II, um modelo de câmera que rapidamente se tornou líder de vendas e passou a ser usada para vídeos publicitários e filmes independentes.”

Anúncios

Written by _ricardo

26/06/2010 às 14:39

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: